Assim começamos

A Escola Franciscana Nossa Senhora de Fátima (Fátima), fundada a 11 de fevereiro e 1960, tem sua história ligada ao contexto internacional da Congregação das Irmãs Franciscanas, que chegaram ao Brasil em 1872.

No ano de 1960, o Brasil acordava para a realidade da nova capital federal. O país estava em festa e as máquinas rugiam no Planalto Central para que uma nova cidade nascesse, trazendo esperança ao povo brasileiro.
   
Junto com esse sonho, antes mesmo da fundação de Brasília, outra idéia tomava forma: a construção de uma escola para oportunizar educação franciscana aos jovens e crianças que se encontravam no local do desenvolvimento da tão esperada nova capital. Para concretizar esse projeto, vieram do Rio Grande do Sul, a Brasília, cinco irmãs: Maria Mechtilde Schuster, Rósula Klockner, Jene Pedrotti, Maria do Rosário Guidoni e Maria José Bettin (primeira diretora). Pioneiras da nova comunidade, atravessaram o país para mudar a vida de milhares de pessoas de diferentes gerações. E o Fátima nascia antes de Brasília! O início não foi fácil para as Irmãs. Um barraco ao lado de uma árvore, que ainda existe, servia de abrigo para elas. O preparo do alimento era improvisado em fogueiras feitas do lado de fora da moradia. Por Brasília ainda estar em plena construção, mesmo depois de sua inauguração, faltava de tudo, mas nada podia minar o sonho das Irmãs de ajudar os que mais necessitavam, de fazer com que o conhecimento alcançasse a todos.

Iniciando as obras

A província das irmãs franciscanas já havia adquirido um terreno, financiado pela Caixa Econômica Federal, na W5 Sul, Quadra 906, conjunto F, no conjunto paroquial, para sediar a nova escola.
As primeiras aulas começaram em 1960, ministradas no Núcleo bandeirante, no então Ginásio Brasília, escola cedida às Irmãs Franciscanas pelos Irmãos Lassalistas, já que o primeiro prédio do Fátima ainda estava sendo construído e não podia abrigar os primeiros estudantes. Em junho do mesmo ano, ocorreu a mudança para a nova sede com o nome: “Escola Normal Nossa Senhora de Fátima”, tornando-se a primeira Escola Normal de Brasília.

Em fevereiro de 1963, o estabelecimento de ensino já contava com Jardim de Infância, Curso Normal e Curso Supletivo, que funcionava à noite, oferecendo oportunidade aos jovens e adultos que não tinham tido possibilidade de estudar.

Acreditando no futuro

Os anos passaram e a Instituição cresceu muito, tendo os cursos de Jardim da Infância, 1º e 2º Graus, adequando-se à legislação de então, inclusive o nome para Escola Franciscana Nossa Senhora de Fátima.
   
Novos prédios foram construídos e o Fátima destacava-se por sua dedicação e pelo jeito franciscano de ensinar, por sua preocupação em formar, não apenas profissionais, mas seres humanos, cidadãos, homens e mulheres de paz e bem, que se preocupassem com o próximo e com o meio ambiente.
   
Em meados da década de 1980 a Escola já possuía mais de 1.400 alunos e uma estrutura física imensa, moderna e eficaz, capaz de proporcionar uma educação de qualidade, poucas vezes vista.

Em busca de novos desafios

Em 1985, por ocasião das comemorações do jubileu de prata da escola, é inaugurado o Ginásio de Esportes, favorecendo a prática esportiva dos alunos e da comunidade em geral. O sonho da Escola Franciscana Nossa Senhora de Fátima continuou, e, em 2004, para dar continuidade à formação de professores, criou-se o Instituto Superior de Educação Franciscano Nossa Senhora de Fátima, uma semente que germinou durante anos e brotou para alcançar os objetivos de oportunizar uma educação franciscana, a construção de um conhecimento integral sólido e humanizador.

Superando desafios

Em 22 de fevereiro de 2005 deu-se início ao funcionamento da primeira turma do Normal Superior, constituindo-se duas turmas, uma com habilitação em Ensino Fundamental - Anos Iniciais e outra em Educação Infantil.
    
No mesmo ano, abriu-se uma turma no curso de Pós-Graduação em Psicopedagogia Clínica e Institucional. Pelo Vestibular do 2º semestre, constitui-se mais uma turma para o Normal Superior. Em fevereiro de 2006, ingressou a 3º turma do Normal Superior e, em abril de 2006, iniciaram as aulas da primeira turma de Pós-Graduação em Software Livre.
    
Ao longo de sua história, a Escola e o Instituto Superior cresceram e continuam investindo muito na qualificação física e pedagógica, pois a maior preocupação do Fátima é a formação integral do educando.
Através da sua metodologia de ensino-aprendizagem, a transdisciplinariedade, proporciona ao aluno um conhecimento amplo e seguro, entre as disciplinas, através e além de qualquer disciplina, o que favorece a unidade e globalidade do conhecimento, importantes e necessários para o século XXI.

Referência em qualidade no ensino

Acresce-se a tudo isso, a formação dentro dos valores cristão-franciscanos, ensino dentro da metodologia do PAS, seriedade no preparo ao vestibular, turno integral: da Educação Infantil até a 4ª série do Ensino Fundamental.
Hoje, depois de 56 anos de história, o Fátima, tornou-se referência de qualidade em se tratando de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio.